Raquel Bazetto Consultoria de Imagem e Estilo
Contraste Pessoal

Raquel Bazetto

Contraste Pessoal: o que é e para que serve?

No post anterior eu expliquei porque eu não realizo a Análise de Coloração Pessoal online. Apesar de trabalhar as características das cores nos serviços prestados de forma remota, a descoberta da cartela de cores continua sendo feita somente ao vivo e a cores (muitas cores)!

Uma das etapas da Análise de Coloração Pessoal que é possível fazer “de longe”, sem necessidade de equipamentos e materiais específicos, é o contraste. E é sobre esse assunto que eu falo hoje. Inclusive, vou ensinar como você pode descobrir o seu nível de contraste usando apenas o seu celular!

O contraste pessoal é uma característica importante da pele, mas não é a única. Sozinho ele não é capaz de determinar a sua cartela, mas acredito que seja um bom começo para que você compreenda a magia das cores. 

O que é o contraste?

O contraste pessoal é a diferença de profundidade entre o tom de pele, cabelos, sobrancelhas e olhos de uma pessoa. Quanto maior for essa diferença, maior o contraste.

A pele se divide em três tipos de contrastes: alto, médio e baixo, entre eles ainda temos o “meio termo”: médio baixo e médio alto. Os contrastes podem ser claros e escuros.

Por exemplo: uma pessoa como Anne Hathaway – de pele muito clara, com cabelos, olhos e sobrancelhas bem escuros – possui um alto contraste. 

Uma pessoa que tem pequena ou nenhuma diferença entre esses tons, como a Elle Fanning ou Lupita Nyong’o, possui baixo contraste. E tem aquelas pessoas que possuem esses tons equilibrados, essas são as pessoas de médio contraste, como a Zendaya e Taís Araújo, por exemplo.

Saber o nível de contraste pessoal facilita na escolha das estampas, combinações de cores, na maquiagem e acessórios usados próximo ao rosto, e ajuda muito na hora de decidir mudar ou não a cor dos cabelos.

Quando usamos algo muito diferente do nosso contraste natural, aumentamos as chances de parecer abatida, cansada ou deixamos aquilo que deveria ser complemento chegar em primeiro lugar.

Como descobrir seu contraste?

É muito fácil! Observe a régua abaixo e considere o 10 para o preto e o 1 para o branco.

Escala de Contraste Pessoal
Alto contraste: 6 a 8 níveis entre as cores na escala de cinzas.
Médio contraste: 3 a 5 níveis entre as cores na escala de cinzas.
Baixo contraste: 1 a 2 níveis entre as cores na escala de cinzas.

Remova a maquiagem, se houver, tire uma foto do seu rosto e coloque-a em escala de cinza (para isso é só usar o modo monocromático ou filtro preto e branco básico). Agora analise a foto comparando a discrepância entre sua pele, cabelo, olhos e sobrancelha.

O contraste pode mudar?

Sim, pode! Escurecer ou clarear muito o cabelo pode baixar ou aumentar seu contraste, isso também vale para micropigmentação de sobrancelhas, bronzeamento e uso de lentes de contato coloridas.

Pessoalmente eu acho que os artistas têm licença poética para construírem seus personagens mesmo que isso signifique alterar completamente a aparência. Agora, se não for em nome da arte, sugiro que você não fuja muito do seu contraste natural se a intenção é deixar sua beleza mais harmônica. 

Contraste na prática. 

Harmonia é repetição! Para isso, devemos repetir o nível de contraste no que usamos.

O baixo contraste pede mais leveza na combinação de cores. Uma estampa contrastante ou maquiagem em destaque usada por uma pessoa de baixo contraste faz com que as cores cheguem primeiro, falando muito alto.

As estampas com pouca diferença de cor entre si ficam ótimas em pessoas de médio contraste. É só ir calibrando as cores para evitar os extremos.

Já o alto contraste aceita melhor as cores que se destacam. Uma estampa em preto e branco fica incrível em uma pessoa de alto contraste, assim como um belo par de brincos vibrante e um batom vermelho.

Eu falei de batom mas a maquiagem como um todo é um ótimo recurso para compensar os possíveis desequilíbrios. Afinal, nada fica mais no nosso rosto que ela. Observe o trio acima, super harmônicas, não!?

Deu para entender? Se você fizer o teste, me conta nas redes sociais ou no blog como foi.

Um beijo e até a próxima.

Gostou? Compartilhe agora:

Imagem de Serviço Consultoria de Imagem e Estilo. Raquel Bazetto Consultoria de Imagem e Estilo.

Raquel Bazetto

é Consultora de Imagem e Estilo formada pela Dresscode® com Silvana Bianchini, pioneira na consultoria de imagem no Brasil. É especialista em Estilo Pessoal e uso de acessórios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vou Falar Com a Raquel

Ao clicar em INICIAR CONVERSA, você será levada para o aplicativo WhatsApp. Caso não tenha este app instalado, retorne e faça o contato pelo formulário que existe no site.

Este site utiliza cookies que possibilitam a identificação de usuários. Ao continuar navegando, você declara estar ciente dessas condições.